Recentes Postagens

Total de visualizações de página

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

                                                 Mendicância

   É cada vez maior o número mendigos na rua, e muitos deles  são sadios,e não são só velhos, crianças, jovens e adolescentes que poderiamestar estudando e assim talvez ter uma vida melhor do que a vivem  na rua, fazem dela seu lar e sua escola.
   '' Esmola a pessoa  que é sã, lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão''.Nesse caso a esmola não é o melhor jeito de ajudar  uma pessoa necessitada, pois ela poderá se sentir envergonhado e assim talvez achar que não é capaz de fazer seu trabaalho para sobreviver.
   Dar esmola a um pedinte, pode viciar a pessoa pois a esmola não faz o sujeito mudar de vida  mais sim, depender das coisas alheias.
   Entretanto a esmolça pode ajudar de uma forma positiva quando o ''empurransinho'' faz com que sai dessa vida de humilhação, e talvez  começe a ter uma vida normal
    Não de esmola a um mendigo, mais sim ajude de verdade, por exemplo, ajuda-lo a procurar um emprego ou uma escola  a fim de estudar, são meios de um mendingo se sentir independente.

domingo, 25 de agosto de 2013

O Quilombo do Encantado

   O livro fala de um assunto ainda pouco retratado em relação aos negros e índios no tempo da escravidão no Brasil, também feito em uma linguagem simples e acesivel ,o autor através de uma ficão bos poe em contato com a realidade.
   Os personagens  foram Antônio, um filho de pai branco e Barbara uma negra escrava o filho de Antônio, que resgatou Barbara das mãos dos chefes maus fugindo pela floresta encontrados em um quilombo por Antônio.
   Gostei muito desse livro pois é uma história acontecida há pouco tempo atrás e sempre me enteressei por esses assuntos.




                       (Marcos Mairton)

De que tem medo do lobo mau

 O livro conta a história do  bolo da chapéusinho vermelho, fala sobre a importância da floresta e também que tudo não existe mais, ao longo do caminho ele encontrou um caçador bem velho e começaram a caminhar, no começo eles até se estranharam mas ficaram amigos e no final morrem.
  O livro em si é legal mas tem um final triste porém gostei muito.



                          (Silvania Menezes)